qua. abr 1st, 2020

Mauro Nadvorny & Amigos

A Voz da Esquerda Judaica

Neymar o Pipoqueiro Estuprador?

4 min read

Neymar o
Pipoqueiro Estuprador?

A imprensa
está em alvoroço com Neymar. Até uma mulher que nada tinha a ver com o affair
foi dada como sendo a acusadora do suposto estupro. Baita barrigada.

De acordo
com a lei brasileira
, estupro é: constranger alguém, mediante
violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que
com ele se pratique outro ato libidinoso
.

O estupro é abominável sob qualquer
aspecto. Nos leva a momentos de barbárie da história humana, mas infelizmente
ele continua presente nas ruas das cidades e ainda é praticado em guerras. Sim,
muitos humanos continuam tendo comportamento animalesco.

Eu trabalho com a tecnologia de
análise de voz há 20 anos, praticamente desde o seu início quando foi criada em
Israel. Nestes anos todos realizei milhares de testes, treinei policiais e
ajudei a polícia e o exército em diversos casos. Participei de vários tribunais
do júri. A polícia do RS faz uso desta tecnologia há 15 anos com grande
sucesso.

A tecnologia permite o uso em tempo real
durante uma entrevista, ou um depoimento. Mas também podemos analisar gravações
com ela. A diferença é que durante uma entrevista usamos para corrigir o rumo
da conversa e numa gravação precisamos trabalhar com o que temos.

O resultado do trabalho permite a
elaboração de um Laudo Técnico que pode contribuir em uma investigação e
eventualmente ser utilizado na justiça. Ele não serve como prova, mas como
evidência. Terá um peso maior nos casos de falta de provas cabais, naqueles
casos específicos em que se trata da palavra de um, contra a palavra de outro.

O operador não se importa de quem é a
voz, ele se atém única e exclusivamente aos resultados que muitas vezes,
contrariam o que as pessoas imaginam, ou que gostariam que fosse. Assim sendo,
em algumas situações, já me encontrei contrariando o clamor popular e a
imprensa. Este é o preço a pagar.

O caso Neymar chama atenção pelo que
ele representa. Qualquer coisa que ele diga, ou que faça, é motivo de notícia
para o bem e para o mal. Isso acontece com VIPs do mundo inteiro. Sua história
é motivo de ódio e paixões e desperta o interesse midiático.

Antes de entrar no resultado da minha
análise, gostaria de pontuar umas poucas situações que chamam atenção neste caso:

1.  A acusadora veio de livre e espontânea
vontade para o encontro onde deixou claro que se tratava exclusivamente para
fazer sexo.
2.  Ela trocou mensagens com ele antes,
durante e depois do suposto estupro.
3.      Ela não chamou a segurança do hotel,
tampouco a polícia e nem mesmo fez uma acusação na França.
4.      O laudo médico, de 6 dias após os
fatos, fala de hematomas nos glúteos, alguns arranhões e sintomas de
desconforto e depressão. Aqui chama atenção que um médico não psiquiatra faça
um diagnóstico de depressão. De toda forma, o seu diagnóstico, inclusive com
foto, mostra leves hematomas que não podem ser atribuídos a ninguém.
5.      Os primeiros advogados dizem que a
acusadora falou que teria sido agredida e depois mudou a versão para estupro e
por isso rescindiram o contrato de representação.

O que eu quero tentar explicar é de
que não existe nenhuma prova cabal de que tenha ocorrido um estupro. Ao
contrário, as evidências sugerem um encontro combinado entre dois adultos para
praticarem sexo e parece que foi o que aconteceu. O tipo de sexo praticado
ficou entre as 4 paredes, mas nada indica que a acusadora tenha sido obrigada a
praticá-lo sem consentimento.

O resultado visual que coloquei no vídeo é somente uma das informações que o programa
oferece ao operador. A análise do programa é muito mais completa.

Posso dizer que o estado emocional de
Neymar neste vídeo que foi analisado está compatível com alguém que está sendo
injustamente acusado de algo que não cometeu. Não é o de uma pessoa culpada de
haver praticado um delito.

Alguém pode questionar se na visão
dele o que ocorreu não foi estupro, mas que na realidade é o que teria
acontecido. Neste caso, ele estaria sendo verdadeiro porque acredita que não
cometeu um estupro, mas ele de fato teria ocorrido. Sem chance.

Estupro pressupõe uma atitude de
violência que deixa marcas emocionais tanto em quem o praticou, como em quem
foi vítima dele. Posso dizer que estas marcas não se apresentam na fala em
questão.
Neymar foi motivo de piada na última
copa. Até vídeos de suas quedas em campo viraram memes. Nem todo mundo gostou
de suas atitudes em campo. Muita gente não gosta dele por outros motivos. Podem
continuar chamando-o de pipoqueiro, mas de acordo com o que pude analisar não
podem chamá-lo de estuprador.

Deixe uma resposta