14/04/2021

A Voz da Esquerda Judaica

Mauro Nadvorny & Amigos

O Último Tiro

2 min read

O último tiro ecoou por toda a região. Depois dele, foi assinado um acordo de paz e as armas silenciaram.

O último tiro foi disparado não se sabe por quem, e causou a última morte do conflito. Poucos se lembram do nome da vítima. Sequer se era israelense ou palestino.

O último tiro, tirou a vida de um ser humano que não pode estar presente as comemorações de paz. Não escutou os hinos nacionais de Israel e da Palestina ao final do encontro. Tampouco pode ver a cena do aperto de mãos transmitido para todo o mundo.

O último tiro ficou esquecido para sempre. Uma vida foi esquecida junto com ele. Pobre ser humano cuja memória apagou-se junto com a bala.

O último tiro marcou ao mesmo tempo o fim e o inicio de uma nova era. O fim de um conflito bárbaro que vitimou desde bebes de poucos meses, até os mais velhos com idade de 95 anos. Mas marcou também o inicio de um tempo de reconciliação que todos pensavam, jamais chegaria.

O último tiro representou a morte indiscriminada dos sonhos e desejos de milhares de pessoas. No entanto foi incapaz de matar a esperança de outros tantos que a protegeram e alimentaram durante toda a guerra.

O último tiro trouxe o fim das batalhas, que lançaram irmãos semitas contra irmãos semitas. Israelenses e Palestinos que tantos tiros dispararam uns contra os outros, deram um basta ao círculo de violência. Todos tiraram o dedo dos gatilhos.

O último tiro fez aparecer o sol sobre a noite escura. Escondeu a tristeza que cedeu lugar à felicidade. Recriou o sorriso nas faces onde residia o choro. Ainda assim fez cair um mar de lágrimas, mas que desta vez eram de felicidade.

O último tiro levou consigo o passado de vinganças e revanches. Agora será possível imaginar um novo mundo. Um mundo melhor para todos os povos do Oriente Médio.

O último tiro partiu sem deixar saudades.

Vamos todos imaginar, mesmo que por alguns instantes, que ao lermos este texto, alguém tenha disparado o último tiro. Se a maioria assim desejar, logo será possível. Eu estava desejando enquanto escrevia e relia. Que tal desejar também?

Deixe uma resposta