15/04/2021

A Voz da Esquerda Judaica

Mauro Nadvorny & Amigos

Na moral

3 min read
Todos nós temos necessidade de justificar moralmente nossas
ações quando compreendemos perfeitamente que elas não são justificáveis. tudo
que fazemos de maneira correta, evidentemente que não necessita de nenhuma
justificativa, ou explicação.

Isto é que está ocorrendo com muitos judeus atualmente. Eu
leio postagens e mais postagens com  desenhos, vídeos e todo tipo de arte para
justificar porque estamos matando em Gaza mulheres e crianças, bombardeando
prédios de apartamentos, hospitais e escolas. Todos tentam convencer o leitor
de que o Hamas esconde seu armamento junto com estas pessoas, ou nestes locais,
e que ele o Hamas é o verdadeiro e único responsável por esta destruição e
estas mortes. Esta é portanto a justificativa moral para as atrocidades.

Vamos imaginar, apenas para fins de exercício mental, que um
vizinho de um apartamento do prédio onde você reside, ou do seu condomínio,
seja um dos maiores traficantes do mundo. Um sujeito responsável pelo tráfico
internacional de drogas e junto com as drogas, armas de todo tipo. Vamos imaginar
que na casa dele, ele esconda um verdadeiro laboratório de refino de drogas. Que
ele também esconda armas e possui um verdadeiro exército de homens que o
protegem. Então o estado resolve tomar uma atitude.

Para enfrentá-lo chama a Força Nacional de Segurança. Eles
invadem seu prédio, seu condomínio e atiram em tudo e em todos. Atiram primeiro
e perguntam depois. Tudo que se mexe é alvo de tiros. No final da operação, o
traficante e seus homens foram mortos. Junto com eles você descobre que também
mataram os seus filhos, a sua mulher, os seus pais, os seus amigos e o seu
cachorro que infelizmente lá estavam.

O estado justifica a ação dizendo que retirou das ruas o
inimigo número um da sociedade. Responsável pela morte de milhares de jovens
que tinham suas vidas destruídas pelas drogas e que o preço pago é aceitável.

Você aceitaria isso? Sua vida foi destruída. Seu único crime
foi morar no mesmo lugar que aquele bandido. Então as vidas perdidas para
eliminar um criminoso justificam as mortes colaterais da operação policial?

Esta é a pergunta que me faço todos os dias. A força
empregada para eliminar o Hamas e parar com o disparo de foguetes justifica as
mortes dos civis e a destruição de seus lares porque alguém deste grupo morava
naquele local, ou escondia lá seu armamento? E todos os dias eu continuo
respondendo que não.

A única solução é política. É o fim da ocupação e a criação
de um Estado Palestino.

Não existe, e nunca existirá justificativa moral para estas
mortes. Nós dizemos que quem salva uma vida, salva toda a humanidade. Eu digo
que aqueles que justificam moralmente quem tira uma vida inocente, mata nossa
humanidade.

Deixe uma resposta