18/04/2021

A Voz da Esquerda Judaica

Mauro Nadvorny & Amigos

Amado

1 min read

Já não sei lidar com esse silêncio que fica

Quando tu te vais

É difícil ficar longe do teu abraço

Se o aconchego do teu sorriso

Aquece a minha alma

É no teu colo que eu embalo

Os meus melhores sonhos

E do teu olhar eu recebo

Os mais sinceros afagos

Vem amado meu

Recebe-me em teu regaço

Adoça a minha boca com o mel das melhores uvas

Como escreveria Salomão

A tua amada espera-te vestida com as flores do campo

Vem meu amado

E não desperdice esse vinho

Que escorre em meus lábios

Sorve-o, e embriaga-te, no néctar do desejo que guardo para ti

Traduzido na poesia de um beijo.

Deixe uma resposta